Bicicletada

warning: Creating default object from empty value in /home/massacri/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 33.

Bicicletada/Massa Critica no Porto - Setembro 2009

Segundo a Joana C. na Mailinglist da MC Porto:

tivémos 35 no total!:) foi mm bonito!
encontrámo-nos nos leões, cm sp...foi sempre xegando gente a partir das 18h30 até às 19h30 qd partimos =/ ainda se juntaram mais dois simpáticos ciclistas (pai e filho), e acabou por voltas das 20h30 no sítio do costume a casa da música, onde o ricardo tocou flauta pra nós e o resto da malta manteve-se à conversa!
foi uma bela tarde!

Algumas fotos:

Bicicletada/Massa Crítica em Coimbra * Setembro de 2009

Fomos apenas 3 mas fizemos uma originalidade: uma Cicloficina espontânea em que se fixou melhor o descanso da bicla duma participante, se subiu mais e fixou melhor o selim bem com se colou a parte de borracha do selim, com cola de contacto, à parte rígida.

Bicicletada/Massa Crítica em Lisboa - Agosto de 2009

Segundo o António Cruz, o João Branco e a Rita Ferreira (nas mailinglists):

A.C.: «Viva!!
A Massa Critica Lisbonense (ou Lisboeta?) foi bastante agradável. Quando cheguei, (quase às 7) o pessoal tava pronto para começar a pedalar. Éramos cerca de 35 a 40 participantes (houve pessoal que se foi embora e outro que foi chegando) e havia 1 patinador.
Por necessidades especiais ao nível do pavimento, o patinador foi sugerindo o caminho a fazer. Passámos pelo Rato e pela assembleia da républica onde tirámos uma foto nas escadarias. Ainda no largo da assembleia da républica alguns dos participantes mais assíduos decidiram dizer algumas palavras (eu incluído) com a finalidade de dar as boas vindas a quem veio pela primeira vez, tentou-se também tentar criar uma onda de participação mais horizontal onde todos são convidados a dar ideias e a participar mais vezes. Falou-se também de uma festa que está a ser preparada para o dia 25 de Setembro (data da próxima MC) com o objectivo de reunir ciclistas e simpatizantes num local central da Lisboa antiga.
Ofereço-me desde já para alojar alguém, de qualquer parte do país, que queira vir no dia 25 de setembro a Lisboa, para participar na maior(?) MC de sempre em Portugal e vir à festa que se anda a preparar por um grupo de pessoas cheias de voluntarismo e boa disposição.
Por fim, fomos em direcção a Belém onde algum pessoal se deliciou com pastéis de Belém... Houve ainda alguns participantes que vieram de volta em conjunto usando a nova ciclovia de Belém ao Cais do Sodré. Tive que me ausentar no final, mas soube que ainda houve um grupo que foi jantar à rua dos bacalhoeiros.
Deixo os votos para que a Massa Critica de Setembro seja a maior de sempre e que todos os 'ciclo-activistas' do país possam vir a Lisboa para participar e festejar de seguida!

Saudações!»

J.B.: «Não posso deixar de fazer notar que o grande factor desta massa crítica ter corrido tão bem foi a presença do patinador, o João.
Com a sua mobilidade extremamente flexível e rápida , conseguia gerir todas as situações complicadas (semáforos, etc.) , e ainda comunicar com transeuntes, automobilistas, e peões a distribuir panfletos.
Distribuímos muitos, e o à vontade e facilidade com que falava com os automobilistas mais "stressados" ajudava a que eles não apitassem etc.
Ainda de notar que houveram bastantes participantes novos, e que havia até duas bicicletas
do Didier.
No final alguns fomos jantar a um restaurante junto à casa dos bicos, no campo das cebolas.
Apesar da ausência do Alex, houve quem tirasse fotos.»

R.F.: «O percurso foi o seguinte: 3 voltas ao Marquês, como habitualmente, subida da Av. Brancaamp, Rato, Rua de São Bento, paragem simpática para fotografia na escadaria da Assembleia (gostei muito da ideia e acho que podíamos enviar para os media, caso tenha ficado bonita, pois deve ser pouco habitual...), Largo do Conde Barão, Av. 24 de Julho, Av da Índia e final nos Pastéis de Belém. Saímos por volta das 18h 55m e terminámos cerca das 20h 20m, creio. Gostei, éramos cerca de 40 pessoas, mas como não as contei, talvez alguém tenha um número mais exacto para dar...

O percurso que sugeri teve bom acolhimento e pode ser que se faça na próxima massa crítica.»

Bicicletada/Massa Crítica em Coimbra * Agosto de 2009

Fomos apenas 3 (com 2 participantes habituais e um estreante); foi interessante porque vimos durante a espera para se iniciar a MC e no decorrer desta  vários ciclistas (cerca de 2 dezenas) quando há alguns anos apenas se observava 1 ciclista por semana na Baixa de Coimbra, no máximo!.. Vimos pessoas a andar de bicicleta por virem do trabalho, por turismo\lazer e até 2 polícias ciclistas! O que faz lembrar que o que é importante é que se ande de bicicleta e, melhor ainda, que se ande todos os dias de bicicleta (e se festeje uma vez por mês nas MC´s).

Fomos só 3 é verdade mas, proporcionalmente e pensando que Coimbra é uma cidade com cerca de 100 000 habitantes e Lisboa tem cerca de 10 vezes mais população e a MC de Lisboa teve, em Agosto, cerca de 40 participantes, acaba por ser parecido... ;)

Seja como for distribuímos algumas dezenas de folhetos a divulgar as MC´s e a apelar aos jovens para irem para a escola de bicicleta!

Para o próximo mês há mais!

 

Fotos Massa Crítica Lisboa Julho

Com algum atraso, aqui vão as fotos que tirei na massa crítica de Julho em Lisboa. São poucas e não de muita qualidade mas podem dar ideia do número de ciclistas presentes. Tive de saír a meio por causa dum furo no pneu, por isso as fotos acabam com o grupo já a alguma distância no Campo Grande.

Cumprimentos,

Miguel Ferreira

 

Bicicletada/Massa Crítica em Lisboa - Julho de 2009

Várias fotos AQUI

Por João Branco na Mailinglist de Lisboa(Bicicletada_Lx):  «A de Lisboa contava, ao início, com cerca 50 pessoas, que se foram juntando no Parque Eduardo VII desde as 18:00 às 19:15, quando partimos.
Nessa altura, apareceu um ciclista com reboque, inglês, que andava há 3 meses a pedalar com 160 kgs de bagagem!!! Apesar de não ter participado, trocou umas palavras com participantes que lhe indicaram o caminho para Tróia.
Havia cerca de 10 participantes novos , dois dos quais com menos de 12 anos.
A presença das fixies começa a sentir-se (neste caso com um participante).
A falta de uma voz carismática como a do Marcos (que costuma dar a partida) fez com que só partíssemos pelas 19:15 , sem percurso definido. Isto veio a revelar-se problemático, porque na zona de Entrecampos alguns elementos decidiram parar para falar com um jornalista/fotógrafo o que gerou alguma confusão porque ninguém sabia bem o que era para fazer. Em consequência desta paragem chegou um xôpolícia a dizer que estávamos a empatar o trânsito.
O que me leva à seguinte reflexão:
Um carro é um veículo tão pastelão e empata tanto, que quando está parado no trânsito ninguém se espanta.
A bicicleta é tão fluída, tão despachada, que basta ver-se algumas paradas para até a polícia estranhar :)
Lição aprendida: o percurso tem que ser bem definido à partida, [ e "não vale" parar para falar com jornalistas :) ]
Depois da apreensão seguimos para a Quinta das Conchas.
Recebemos muitas palavras simpáticas, incluindo uma camioneta turísitca, que já só levava os guias e o condutor, que ainda trauteou os Queen "bicycle, bicycle ... "
Uma senhora veio dizer-me "força pessoal pode ser que consigam as vossas ciclovias! "  :) Improvisei " mas não nos quer ver longe de si, pois não ?"
Infelizmente, mais de metade da malta decidiu abandonar a MC pelo caminho. Acho que uma boa definição de percurso agradável, que permita trocas de impressões pelo caminho, bem como a manutenção de um "pelotão" coeso, em suma, uma melhor organização com vista a maior diversão dos participantes poderá melhorar experiÊncias futuras.
Ao final, na quinta das conchas (um parque muito engraçado que eu não conhecia), chegámos cerca de 20, e  tivemos direito a convívio com cerveja trazida até às bicicletas!
Não houve foto-reportagem ao estilo que nos habituou o Alex (uma ausência nesta MC), mas vi que alguns participantes tiraram uma foto aqui e ali (que seria excelente se pudessem disponibilizar). Um participante novo, o Diogo, ofereceu-se para fazer foto-reportagens das próximas.
Em suma, nada mal para uma MC de Julho.»

Bicicletada/Massa Crítica em Coimbra * Julho de 2009

Fomos 6 e distribuimos várias dezenas de folhetos da MC; depois fomos até ao Choupal para respirar ar puro,

tomar uma bebida e pôr a conversa em dia... :)

 

Bicicletada/Massa Crítica em Coimbra * Junho de 2009

Fomos 8 no início, andámos por entre os carros em hora de ponta, depois dirigimo-nos ao Choupal

onde se juntou mais uma pessoa (a R.) *passámos a ser 9 * e onde confraternizámos com a malta

da Plataforma do Choupal (contra o viaduto). De seguida fomos ver os ninhos de Cegonhas à beira

do Mondego, onde encontrámos uma Cegonha juvenil morta...(Chocou contra cabo de alta tensão

e caiu?). Observámos Ninhos de cegonha em poste alta tensão (69 cegonhas neles e mais meia dúzia

a esvoaçar perto) Nota: a cena repetia-se nos outros postes de alta tensão contíguos...!>

Bicicletada/Massa Critica no Porto - Maio de 2009

Com algum atraso surgem as fotografias da bicicletada de Maio. Se as últimas não tinham sido muito concorridas, desta vez, tivemos realmente massa crítica com 16 participantes :) (incluindo um colega da bicicletada de Coimbra que se encontrava pelo Porto neste fim de semana)

Assim fazemos a diferença e a ideia passa de forma mais eficiente..

O percurso foi o habitual, com passagem pela Casa da Música e regresso aos Leões... Ficam as fotos:

massa crítica Porto Maio 09

massa crítica na casa da música Maio 09

Bicicletada/Massa Crítica em Coimbra * Maio de 2009

MC COI Maio.2009MC COI Maio.2009 aMC COI Maio.2009 b

MC COI Maio.2009 cMC COI Maio.2009 dMC COI Maio.2009 eMC COI Maio.2009 f

MC COI Maio.2009 gMC COI Maio.2009 hMC COI Maio.2009 i

Fomos 7; experimentámos umas bicicletas eléctricas (levadas por um representante duma marca de biclas do tipo),

distribuimos folhetos e fomos respirar o ar puro do choupal

enquanto conversávamos e bebiamos...

Mais fotos: http://www.flickr.com/photos/12612378@N02/

Conteúdo sindicado