Um ciclista muito ZANGADO

Copia do email que enviei ao Provedor do Cliente do Porto de Leixões (provedor@apdl.pt). Por vezes nas minhas deambulações de bicicleta pela cidade do Porto tenho de fazer a travessia do Douro de barco até Afurada. Em tempos fiz a travessia e só pagava o bilhete correspondente a uma pessoa. Mais recentemente começaram a cobrar 1 euro por humano e outro pela bicicleta. Como geralmente uma ida implica o regresso tenho de pagar QUATRO euros para passar uns minutos na Afurada. Em Junho fiz a travessia acompanhado por duas crianças e paguei DOZE euros para passar uns quinze minutos na Afurada... Tenho reclamado junto dos funcionarios que vendem os bilhetes mas dizem sempre que se trata de uma imposição da APDL. Achei estranho tanto mais nos dias que correm todas as entidades procuram promover o uso de transportes alternativos não poluentes como a Metro do Porto e a CP que permitem o transporte gratuito das bicicletas. Gostava de saber se é a APDL que superintende na actividade das travessias do Douro e caso não o seja agradeço que me indique qual é a entidade que o faz pois pretendo que esta medida tão pouco ecologica seja simplesmente abolida. Um ciclista descontente. Jose Carlos Teixeira. zct

Comentários

resposta do Sr Provedor dos Portos do Douro e Leixoes

 Extracto da resposta do Sr Provedor dos Portos do Douro e Leixoes:

« Exmo. Senhor.  Em contacto com a APDL foi possível apurar que a informação que lhe foi prestada é falsa – a APDL não interfere na política de preços da empresa. Mais, no sentido de manter os preços o mais baixo possível, a APDL assegura, a expensas suas, a manutenção dos embarcadouros e concede acesso gratuito aos mesmos à empresa em causa.  Aguardo da APDL uma resposta à 2ª parte da pergunta (sobre o transporte das binas), no sentido de saber quem supervisiona na concessão. Tão logo tenha essa informação procurarei desenvolver as diligências adequadas ao esclarecimento total da questão.  Com os melhores cumprimentos,  A. C. »

Vamos aguardar então a próxima mensagem... zct

 -zct-

contacto um elemento da APDL

 Posteriormente ao post "Um ciclista muito ZANGADO" contactei um elemento da APDL por via telefonica no dia 16.09.2008 que me informou que neste momento não cobram taxas de exploração à empresa que realiza as travessias no rio Douro e concordou comigo que a cobrança de um bilhete pelo transporte da bicicleta no mesmo montante do passageiro era desadequada. Tambem garantiu que não existe nenhuma imposição da APDL relativamente ao transporte de bicicletas. Prometeu que ia contactar a referida empresa sobre esta questão e que depois me ligava. Passou quase uma semana e ainda não tive feedback. Vou aguardar mais uns dias...   zct       

-zct-