Aviso à navegação

O site da Massa Crítica está algo lento mas não desistam que as páginas acabam por abrir. O site está em processo de atualização e simplificação (mas tal pode demorar ainda). Saúde!

Blogues

11 contra 21

Recebi hoje a balança que comprei para pesar as minhas bicicletas e outros objectos. Fui logo pesar as 2 bicicletas com que mais costumo andar:


A minha fixie (quadro branco, roda laranja) que prefiro utilizar diáriamente, para ir para o trabalho aqui no centro de Aveiro, pesa 11Kg.


A minha eléctrica que montei a partir de uma bicicleta de montanha, que só utilizo 2 vezes por semana para fazer 23km seguidos, pesa 21Kg.

Porquê de pesar as bicicletas? - porque me custa elevar e descer a bicicleta eléctrica do comboio, nas 2 vezes que a utilizo por semana. Também porque me parecia (agora comprovo) uma bicicleta pesada em andamento, mesmo com sistema eléctrico esta bicileta parecer "menos ágil" do que fixie. Conclusão: a minha bicicleta eléctrico pesa quase o dobro da minha fixie, pesa mais 10Kg :-(

Estou à espera de comprar uma bicicleta nova, que sempre desejei, uma bicicleta com guarda lamas, com suporte traseiro e sem suspensão - uma bicicleta da cidade mas que seja leve! Estou com dúvidas se lhe irei a adaptar o sistema eléctrico... - preciso dessa bicicleta para ir para o trabalho em dias de chuva e também para fazer as tais 2 viagens de 23km seguidos, 2 vezes por semana.

Seja como for, eu não prefiro a bicicleta eléctrica, prefiro sim a minha fixie :-)

Reportagem TVI -- Bicicletas em Lisboa

Este vídeo mostra bem o autocolante "Agradecemos por não conduzir e preferir..." ;-)

Segurança de topo para guardar a bicicleta!

If you’ve got an expensive bike and don’t mind carrying around a whole bunch of extra weight in your courier bag you’ll like this concept. A design team built a pole-climbing bike rack in about 14 days. The video shows the prototyping process as well as the finished “lock” in use. It’s a commercial for the company that employs the designers, but this is one kind of advert we don’t mind watching.

Ler mais aqui.

Parque de estacionamento para bicicletas da Escola Padre António Morais da Fonseca, na Murtosa

Se pensa que este é o parque de estacionamento para bicicletas de uma escola holandesa desengane-se.

Este é o parque de estacionamento da Escola Padre António Morais da Fonseca, na Murtosa, onde se calcula que, dos 500 alunos existentes, cerca de 400 acedem regularmente de bicicleta, ou seja, 80%.

Também por isso a Murtosa será o palco da edição 2012 do Congresso Ibérico "A bicicleta e a cidade" que é uma edição conjunta da FPCUB e da "Contramano".

Vale mesmo a pena conhecer aquilo que se está a fazer na Murtosa em matéria de mobilidade ciclável.

in: http://velocipedia.blogspot.com/2010/10/lotacao-esgotada.html

Para uma cidade ciclável

 Para uma cidade ciclável

 As bicicletas - ou velocípedes sem motor - ainda que bastante antigas (há modelos do séc. XV), não se alteraram muito na sua arquitectura e concepção desde o final do século XIX. O que tem mudado são os materiais de construção (das pesadas de ferro, passando pelas leves de alumínio, até às ultraleves de carbono) e a inclusão de sistemas de travão de disco, suspensões, eficientes mudanças, etc.

Conteúdo sindicado