O Site MCpt é participativo. Regista-te.

  O Registo agora é simples pois, depois de um largo período com restrições ao registo, agora o site tem várias proteções que permitem a defesa em relação a «robôs» que constantemente criavam falsos utilizadores... Enfim voltamos ao estado original do site, por isso o apelo: Regista-te e Participa * Insere Conteúdos e Comentários... Clica em «Criar uma nova conta» no menu esquerdo do site... (Se já estiveres inscrito não te preocupes; acede e participa simplesmente)

o blogue de Casainho

Reportagem TVI -- Bicicletas em Lisboa

Este vídeo mostra bem o autocolante "Agradecemos por não conduzir e preferir..." Piscadela

Segurança de topo para guardar a bicicleta!

If you’ve got an expensive bike and don’t mind carrying around a whole bunch of extra weight in your courier bag you’ll like this concept. A design team built a pole-climbing bike rack in about 14 days. The video shows the prototyping process as well as the finished “lock” in use. It’s a commercial for the company that employs the designers, but this is one kind of advert we don’t mind watching.

Ler mais aqui.

Marry Me

Que vídeo bonitinho.

Little girl likes little boy. Little boy likes BMX bike. Something has to give.

Nas corridas Alleycat vale tudo, até boleias de scooters :-)

Nas corridas Alleycat vale tudo, até boleias de scooters Sorrindo -- ver aos 4m40s:

O vídeo é do sr. Lucas Brunelle, aquele que faz uns vídeos malucos Sorrindo

A maquilhagem dos ciclistas...

Ciclismo todo o terreno? -- o prazer

Cada vez mais resistentes as rodas das bicicletas Sorrindo Para ver até aos últimos segundos:


Via RCicla blogue.

Programa do Bicycle Film Festival 2010 (a acontecer já na próxima semana)

Já está disponível parte do programa, vejam no site oficial: http://www.bicyclefilmfestival.com/lisbon/

Problemas das ciclovias, na prática

Aqui está um bom vídeo, mostrando as poucas vantagens e os preocupantes problemas das ciclovias:

Dia Europeu Sem Carros - Lisboa

"Finalmente o túnel (do Marquês) esteve aberto a veículos que realmente merecem..." Sorrindo

Montei a minha bicicleta eléctrica -- V1.0

NOTA: Não respondo a e-mails privados sobre este assunto. Se pretenderem falar comigo sobre este assunto, escrevam um comentário a esta mensagem.

NOTA: Montei uma nova versão de sistema eléctrico nesta bicicleta em Abril de 2011 -- ver página Montei a minha bicicleta eléctrica -- V2.0.
Em Maio de 2011, vendi os componentes deste sistema eléctrico para um outro ciclista de Leiria Sorrindo


 

Comprei na China via Internet, um "kit de bicicleta eléctrica". O meu objectivo era ter uma bicicleta eléctrica para me ajudar a fazer os 23km entre Águeda e Aveiro (onde moro actualmente), duas vezes por semana, à noite e após ter feito 2 horas de desporto (indo previamente de comboio e levando a bicicleta, de Aveiro para Águeda, ao final da tarde). Gostava também que a bicicleta me permitisse fazer viagens longas em conforto, bicicleta com roda 28 e pneus finos, com alforges atrás e à frente. Acabei por não encontrar no mercado uma bicicleta do género, bonita, sem suspensão(como eu queria) e onde o motor eléctrico coubesse na forqueta, assim acabei por montar o sistema eléctrico na minha bicicleta montanha que estava já há muito tempo parada na garagem.

O motor pesa 2.4kg. É de 24V, 180W e velocidade nominal 210rpms. Com o motor veio o disco e o sistema de travões, mas é opcional pois o motor pode ser montado numa bicicleta com travões vbrake.

O motor tem 10cm de raio e 10cm de largura no veio que aperta à forqueta.

 


A bateria pesa 2.7kg. O suporte para ela e o controlador electrónico devem pesar 0.4kg.
O suporte tem uma chave que permite desligar/ligar o sistema ao mesmo tempo que mantêm a bateria trancada no suporte. É também possível destrancar a bateria do suporte com a chave.


O painel de controlo indica o estado da bateria e permite seleccionar 3 modos de apoio/velocidades diferentes do motor eléctrico. Tem também um botão que coloca o motor a rodar a 6km/h para nos ajudar a transportar a bicicleta à mão.


No kit vieram também 2 manetes de travões, que têm também a função de desligar o motor imediatamente assim que apertamos qualquer uma das manetes ao travar.


A foto mostra o "sensor de pedal", que indica ao sistema quando estamos a pedalar. O motor eléctrico só é accionado quando estamos a pedalar e pára quase imediatamente após pararmos de pedalar.


Na garagem carrego a bateria com o carregador que veio com o kit. Demora cerca de 6h a carregar a bateria e o LED vermelho passa à cor verde quando a bateria fica carregada.


E para os curiosos, a foto mostra a bateria por dentro: "24V9.9Ah LiFePO4 Little Frog ABS shell battery pack with 1Pcs BMS and 24Pcs 26650F LiFePO4 cells in it" (8S3P).

Algumas notas:

  • a velocidade máxima do motor/roda da frente medida com a roda no ar é de ~30km/h
  • a velocidade máxima em plano que consegui atingir sentindo o motor a funcionar foi de 25km/h
  • o kit foi comprado em 2 partes, nestas duas lojas: http://www.e-bicycles.eu/ e http://www.bmsbattery.com/

Primeiras impressões

Parece que tenho 8 pernas! O raio do motor puxa mesmo bem e noto isso especialmente no arranque e nas subidas. Em plano, o motor leva-me fácilmente aos 25km/h, o que me ajuda a fazer a minha viagem de 23km entre Águeda e Aveiro em 1 hora. Será também uma boa ajuda para as ligeiras subidas durante o caminho.

Primeira viagem Águeda -> Aveiro

Fiz a primeira viagem de teste no dia 23.08.2010, sempre com o modo de apoio/velocidade do motor eléctrico no máximo. A maior parte de percurso é plano (80% ??) e a mudança que utilizei foi quase sempre a ante-penúltima. Dados:

  • Distância: 23km
  • Tempo de viagem: 55m
  • Velocidade média: 25km/h
  • Velocidade máxima: 43km/h
  • Estado da bateria de 24V 10Ah: descarregou 80%

Foi uma surpresa para mim verificar que fiz a viagem em menos de 1h e com um esforço baixo/médio. Verifiquei também que na maior parte das rectas fiz velocidades de 29km/h.

No futuro, poderia melhorar e optimizar esta bicicleta eléctrica para as minhas necessidades - a viagem Águeda -> Aveiro - fazendo o seguinte:

  • Comprar bicicleta mais leve e rápida, e com alforges. Como tenho de colocar a bicicleta no comboio, tenho de a elevar para entrar na carruagem, pelo que quanto mais leve e pequena melhor. Sendo leve também implica fazer a viagem mais rápido, o motor eléctrico poderá rodar a maior velocidade e/ou gastar menos energia, o que leva a baterias mais pequenas, leves e mais baratas.
  • Substituir o motor actual por um de 310rpms e 250W, sendo este produzido para rodas 16'' e quando colocado numa roda 26'' deve atingir os 30km/h de velocidade média

Testes ao motor eléctrico

Medidas registadas com o motor em vazio (roda no ar). O conta km estava configurado para a minha roda com perímetro de 2,01m (roda 26'').

  • Vin: 24,00v; Velocidade: 28 Km/h
  • Vin: 29,40v; Velocidade: 32.5 Km/h

Vin: 31,00v; Velocidade: 34 Km/h

Conteúdo sindicado